Como administrar a remuneração em momento de crise?

Publicado por Jaqueline K. Weigmann em 22/09/2016 às 11h39

Algumas empresas consideram que esse não é o momento de pensar em administrar cargos e salários, realizar pesquisas salariais, implantar um programa de gestão por competências ou ainda aplicar uma pesquisa de clima organizacional, por considerarem que isso gera custos e por ter mão de obra sobrando. Mas, justamente esse é o momento de conceder ainda maior atenção a gestão da remuneração e do clima. É momento de avaliar o desempenho, identificar os pontos de excelência e os pontos de carência, momento de ficar com os melhores, de fazer mais e melhor com menos, só assim é possível gerar maior produtividade.  A falta de administração dos cargos e salários acarreta graves erros, insatisfações, queda na produtividade, isso sim, gera custos e prejuízos para a empresa. É fato que um programa de gestão por competências, analisa o desenvolvimento dos colaboradores, melhora o desempenho, alinha os objetivos da organização e da equipe, reduz a subjetividade na seleção e avaliação de pessoas, melhora o relacionamento entre gestores e liderados, e extrai o máximo de produtividade de cada colaborador. E é isso que as empresas precisam: potencializar resultados. Quanto mais as pessoas souberem o que é esperado delas, mais eficiente se torna o processo. É preciso deixar tudo bem transparente. Desta forma, a pessoa se sente autorizada a correr riscos, fazer mais e melhor.

Com a realização de uma pesquisa salarial têm-se informações de como está o mercado, evitando-se de pagar salários acima da média de mercado o que aumentam os custos fixos ou, abaixo da média de mercado, causando insatisfações e correndo riscos de perder os melhores. Tendo-se informações é muito mais fácil dar respostas e mais eficiente torna-se o processo. O mesmo acontece com a pesquisa de clima organizacional: ela torna visível a realidade de uma empresa e os motivos que determinam ações, atitudes e comportamentos por parte dos seus colaboradores. O clima organizacional é o termômetro que poderá mostrar o quanto os colaboradores estão motivados ou desmotivados e o preparo da organização para enfrentar a crise. O objetivo é propor soluções e otimização dos níveis de satisfação. Certamente, as empresas que estão atentas a administração dos seus cargos e salários e a gestão do clima, são aquelas que proporcionarão maior engajamento das equipes e consequentemente atingirão maior produtividade. Por que será que algumas organizações enfrentam as crises e saem à frente com muito sucesso?

 

 

Enviar comentário

voltar para Artigos

left show center tsN fsN normalcase fwB|left fwR tsN|left show tsN bsd uppercase b04s fwB|bnull||image-wrap|news uppercase|fsN fwR normalcase tsN sbss|c05|news login fwR normalcase c05|tsN fwR normalcase sbww|signup normalcase fwR c05 b05s bsd|content-inner sbww sbss|left show center tsN fsN normalcase fwB|news fl uppercase tsY fwB