Cultura de assédio e o clima organizacional da sua empresa

Publicado em 25/06/2018 às 13h48

cultura_assedio

Entender o que é Cultura e Clima Organizacional nos ajuda a iniciar essa conversa.

Sem adentrar aos conceitos mais profundos, Cultura é tudo aquilo que representa nossos valores e raízes, nosso passado, é a forma como fazemos as coisas acontecerem dentro da empresa ou em determinada função; é aquilo que vai além da experiência que cada colaborador leva ao sair da empresa. Você deve se lembrar de ouvir que alguma empresa evita contratar “colaboradores com vícios”, isso nada mais é que uma força de dizer que determinada pessoa carrega consigo a cultura das empresas e das funções nas quais passou.

O Clima assim como na previsão do tempo, indica os dias ensolarados, as pancadas de chuva e as tempestades. Facilmente você vai se lembrar do comportamento de um chefe, do mal estar de uma equipe, do desconforto de uma ameaça ou chantagem, ou mesmo da vibração e da comemoração do fechamento de uma proposta ou projeto.

É preciso ter claro que o Clima é o reflexo da cultura de uma empresa, que pode ser evidente aos olhos de quem chega ou se apresentar nos detalhes,nos comportamentos ou ainda nas atitudes de um colaborador ou de uma equipe.

O assédio sexual vem sendo discutido com mais força - novamente, já que não é um assunto novo - após as denúncias tomaram conta de Hollywood em outubro de 2017 e acabou jogando luz ao lado mais sombrio das empresas e organizações.

As autoras Joan C. Williams e Suzanne Lebsock são incisivas ao dizer que “Não é uma briga entre homens e mulheres. Trata-se de saber se um pequeno subgrupo de homens predatórios deve interferir na capacidade das pessoas de participar e fazer aquilo que se espera delas: trabalhar.”

Esse tema vir à tona não resolve o problema, mas desperta a consciência: já são quase 90% dos americanos que apoiam a política de tolerância zero ao assédio sexual.

Mas quem é o responsável pela Cultura de uma empresa: o CEO? A gestão de pessoas? A equipe de comunicação interna?

Podemos dizer que cada um deles deve cumprir o seu papel, e assim, dizer que cada colaborador independente do seu cargo, é parte responsável pelo Clima Organizacional da empresa.

Porém, também é preciso empenhar responsáveis pela regulação do Clima dentro da empresa. Pelo contato direto com os colaboradores, as lideranças tem um papel fundamental de não serem coniventes as práticas abusivas ou assediadoras dentro de suas equipes. E sabendo que (infelizmente), um grande número de assediadores estão em cargos de lideranças, a Gestão de Pessoas ou as equipes que cumprem essa função, precisam estar atentas e oxigenando a organização sobre o tema. Seja por meio da definição de políticas que advertem e punem assediadores, ou por meio de cartilhas, informativos, palestras ou ainda promovendo grupos para diálogo.

O que não pode mais existir é espaço para a conivência com o assédio, a tolerância ao assediador e o descaso à vítima. Caso contrário todos perdem e fica evidente que a Cultura da sua empresa é manchada pela assédio velado.

Acenda a luz e jogue o tapete fora.

Tags: clima, climaorganizacional, cultura, culturaorganizacional

Enviar comentário

voltar para Artigos

left show center tsN fsN fwB uppercase|left fwR tsN|left show tsN bsd uppercase b04s fwB|bnull||image-wrap|news uppercase|fsN fwR normalcase tsN sbss|c05|news login fwR normalcase c05|tsN fwR normalcase sbww|signup normalcase fwR c05 b05s bsd|content-inner bsd b10e sbww|left show center tsN fsN normalcase fwB|news fl uppercase fwB tsY